Achados e Perdidos: Rory Storm & The Hurricanes, finale

Ringo saiu dos Hurricanes enquanto eles faziam residência no Butlins da cidade de Skegness. John e Paul teriam feito a proposta e tiveram uma conversa franca com Rory Storm. Foi aí que Paul então garantiu que Brian iria convencer Pete a entrar na banda. O contato foi feito mas Pete não estava acessível. O jeito foi usar alguns bateristas, um dos quais Anthony Ashdown, que era um ator.

Não houve mágoa por parte de Rory com os Beatles e as duas bandas continuaram muitoa migas dividindo diversas vezes os palcos (inclusive num memorável show de um dos reis do Rock Little Richard. No começo de 1963, veio o batera Gibson Kemp, mas ficou pouco tempo, juntando-se ao King Size Taylor & The Dominoes, banda que quase havia desfalcado os Hurricanes antes. Veio Brian Johnson e este acabou indo para a banda Mark Peter & the Silhouettes. John Morrisson também ficou pouquíssimo tempo. Em agosto de 1963, assumiu Keef Hartley, que já havia trabalhado com  bandas locais como Preston’s Thunderbeats e Freddie Starr & the Midnighters. Saiu, pouco depois para formar com Art Wood e Jon Lord (futuro Deep Purple) a banda The Artwoods.

Brian Epstein acabou se tornando empresário da banda e conseguiu um contrato coma gravadora Oriole, fazendo as vezes de produtor. Seu primeiro single Dr. Feelgood/I Can’t Tell foi o dèbut fonográfico da banda, a essa altura muito querida em Liverpool. Infelizmente, a repercussão em nível nacional foi muito pouca. Aí foram para a Parlophone e gravaram outro single, America/Since You Broke My Heart. Na primeira música, composta por Leonard Bernstein para o famoso musical West Side Story, contaram com ajuda do velho amigo e ex-colega Ringo que fez percussão, bem como backing vocals junto com Epstein. Gravaram mais um single pela gravadora, Ubangui Stomp/I’ll be There, que nunca foi lançado. Em Liverpool, o single America foi muito bem de vendas, mas no rsto da Inglaterra, Rory e sua banda continuavam sendo totalmente desconhecidos.

Nessa altura, enquanto inúmeras bandas de Liverpool conquistavam a Grã Bretanha, os Hurricanes ficaram de fora da festa, restando a eles manter o pique em sua cidade. Rory era considerado o Rei de Liverpool. Continuava o revezamento de bateristas: Ian Broad chegou, ficou pouco tempo e foi substituído por Trevor Morais (ex-Faron’s Flamingoes), que saiu pouco depois para formar The Peddlers e no final da década Quantum Jump. Ringo ofereceu ajuda aos velhos companehiros, que foi inexplicavelmente recusada. A saída de Lou Walters, membro importante da história dos Hurricanes, substituído por Vince Earl (ex-Zeros and the Talismen) foi um duro golpe na banda. Sobravam Rory, Ty e Johnny Guitar e a banda começou a ficar desfigurada. A morte de Ty O’Brien em 1967, após sofrer um colapso no palco encerrou uma era. Seus dois colegas sobreviventes tentaram manter os Hurricanes na ativa, mas o furacão havia perdido sua força. Foi o fim da banda mais cult do Mersey Beat.

Rory se tornou DJ e se mudou para Amsterdam, Holanda para tentar a sorte fora da Inglaterra. A morte do pai, Ernie Caldwell, entretanto, fez com que voltasse à sua terra natal para cuidar da mãe, Violet. Ele começou a ter uma infecção pulmonare começoua  tomar remédios para dormir, devido à dor intensa causada pela doença. Em 1972, foi encontrado morto, junto à querida mãe, também morta. A autópsia revelou que a causa mortis foi a mistura dos remédios de dormir com álcool. Reza uma lenda que ele e a mãe teriam feito um pacto de morte.

Fontes:

Wikipedia

Mersey Beat  

Blog Eduardo Ayres 

Deixe um comentário

Arquivado em Achados e Perdidos, Biografias, Blues, Jazz, Música, Rock and Roll, The Beatles

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s