Aniversaria hoje: Alice Cooper, parte 1

Ela é considerado um dos melhores performers do Rock e seu stage act exótico tem cativado milhões de fãs em quase quatro décadas de carreira. Bandas como Kiss, Mercyful Fate e Slipknot devem-lhe tributo pela inspiração. Estamos falando do grande Alice Cooper.

Vincent Damon Furnier nasceu em Detroit, Michigan, EUA no dia 4 de fevereiro de 1948, filho de Ether Moroni Furnier, ástror da Igreja de Jesus Cristo, também chamada Bickertonita, grupo religioso de onde saíu a seita dissidente dos Mórmons (Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias). avô paterno de Vincent, Thurman Sylvester Furnier, era apóstolo dessa igreja e passou o cargo ao filho e ao neto. De fato, aos 10 ou 11 anos, Vincent realizava trabalhos pastorais e fez parte do coral paroquial. Outra coisa curiosa sobre Vincent é a riqueza étnica de sua linhagem que tem huguenotes [protestantes] franceses, índios sioux, ingleses, escocese e irlandeses. Em sua cidade natal, ele estudou em muitos colégios religiosos e completou os estudos na Ordem DeMolay de cunho filosófico e maçônico. Chegou a receber bolsas de estudo de universiades conceituadas mas recusou todas.

Em 1964, uniu-se aos amigos Glen Buxton, Dennis Dunaway, John Speer e John Tatum formando a banda The Earwigs para participar de um programa de calouros de Phoenix, Arizona, onde sua família acabou se estabelecendo. A banda dublava e imitava as indumentárias e trejeitos dos Beatles. No ano seguinte, começaram a levar a música mais a sério e a banda mudou o nome para The Spiders, começando compor material próprio.

Nessa nova direção, Vince assumiu os vocais, Buxton e Tatum as guitarras, Dunaway o baixo e Speer a bateria. Depois de se apresentarem no circuito local de clubes e bares, seus componentes gravarm o primeiro single, Why Don’t You Love Me. Hora dessas, falo dos Spiders na seção Achados e Perdidos. Consta que foi mais ou menos nessa época que Vince começou a usar o pseudônimo Alice Cooper, que o tornou célebre, embor ele mesmo nunca tenha explicado sua origem. A banda passou por algumas reformulações no nome (The Nazz e Alice Cooper) e assumiu um tom sombrio e gótico, inspirado em filmes de terror (isso anos antes do surgimento do Black Sabbath), com Alice como o centro de um mórbido circo macabro. No final da década, começaram a se associar com o lendário Frank Zappa, que consegiu para eles um contrato com a Straight Records. Seus dois discos lançados foram um fracasso em vendas.

Nesse meio tempo, aconteceu um incidente que ajudou a criar lendas em torno de Alice Cooper. Num show da banda, ele jogou uma galinha viva para a plateia, imaginando que a ave conseguiria escapara correndo, pois sempre foi contra maltratos a animais. Contudo, o bicho foi dilacerado pelo público presente. Espalharam um boato de que Alice teria comido a cabeça da galinha e bebido seu sangue, fato amplamente divulgado em revistas e jornais da época.

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Biografias, Música, Rock and Roll

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s