RIP: Grandes pessoas ligadas à música que se foram, parte 1

Nossa seção RIP vislumbra as grandes personalidades da música que perdemos na última semana.

King Stitt (nascido Winston Sparkes), músico e DJ jamaicano, nascido a 17 de setembro de 1939 em Kingston, Jamaica. Considerado um dos pioneiros do Rap jamaicano, Winston ganhou seu apelido famoso por causa de sua gagueira. Começou a carreira trabalhando no Sound System do veteraníssimo produtor jamaicano Sir Coxsone Dodd, que levou a musicalidade do R & B à ilha. Stitt chamou atenção de Count Machuki, considerado o primeiro DJ da Jamaica por causa de suas dancinhas e convidado a atuar no Sound System. Um tempo depois, Stitt criou seu próprio SS e algumas vezes substituiu o próprio Machuki. Ganhou se título de “King”, durante um concurso de DJ’s em 1963 em pleno auge do Ska. Esteve no Brasil no ano passado durante um festival de Reggae. Faleceu no dia 31 de janeiro de 2012, aos 72 anos.

Michael “Mike” Kelley, artista plástico e músico norte americano, nasceu no dia 27 de outubro de 1954 em Wayne, Michigan, EUA. Enquanto estudava artes na Universidade de Michigan, formou com alguns colegas a banda Destroy All Monsters, contemporânea de bandas da cena pré-Punk de Detroit como The Stooges e MC5. Enquanto as duas bandas chegavam a ficar em evidência, o DAM se preferiu se tornar cult, nunca chegando a desenvolver uma carreira fonográfica. Kelley se fromou em 1976 e deixou a banda, tendo muito mais sucesso e reconhecimento como artista plástico. Faleceu no dia 31 de janeiro de 2012, aos 57 anos.

Leslie Barbara Carter, cantora e compositora norte americana, nascida em 6 de junho de 1986 na cidade de Tampa, Florida. Terceira entre 5 irmãos, Leslie decidiu tentar a sorte como cantora, a exemplo do que seu irmão mais velho Nick Carter, que fez parte dos Backstreet Boys e o irmão mais novo, Aaron Carter, que se tronou uma grande sensação do pop. Ela gravou um álbum em 1999, aos 13 anos apenas e um pouco maos velha, formou a banda The Other Half, junto a alguns músicos, dos quais o batera Mike Ashton, com quem veio a se casar. Em 2011, o casal teve uma filha, mas os problemas de Leslie com drogas ceifaram sua vida prematuramente e ela faleceu no dia 31 de janeiro de 2012, com apenas 25 anos.

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Música, RIP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s