aniversaria hoje: Carole King

Ela é uma das mais importantes c e mais conhecidas compositoras do Rock e nos anos 60 fez parte da famosa dupla Goffin & King, responsável por muitos clássicos do Rock e do Soul. Nas décadas posteriores se destacou como grande intérprete. Vamos falar sobre Carole King.

Carol Klein nasceu o dia 9 de fevereiro de 1942 na Big Apple Nova York, NY, EUA numa família judaica de Manhattan e cresceu no Brooklyn, onde começou a se interessar por música desde menina. Formou o quarteto vocal Co-Sines no colégio James Madison. Para seguir a carreira artística, ela pôs um “e” no final do nome e escolheu o sobrenome King, que foi achado numa lista telefônica. Quando estudou no colégio Queens, acabou conhecendo futuros grandes noms da música como Paul Simon, Gerry Goffin e Neil Sedaka, com quem começou a namorar. Carol inspirou o amado a compor o hit Oh Carol, que acabou emplacando nas paradas de sucesso. Ela, em retribuição, compôs Oh, Neil, com uma ajuda do amigo do casal, Gerry Goffin.

Embora o namoro com Neil tenha acabado, Carole continuou muito amiga do cantor. Descobriu coisas em comum com Gerry e começou a compor junto com ele. Quando se casaram em 1960, formaram o time Goffin & King (mais detalhes sobre a dupla, clique aqui) e começaram a trabalhar no legendário Brill Building, ao lado dos melhores compositores de música jovem dos EUA sob o comando do competente Don Kirchner.

Em 1968, o casamento com Gerry chegou ao fim, mas o contato permaneceu forte. O début de Carole sem o constante parceiro foi a música As We Go Along, a qual coescreveu com Toni Stern para o filme Head dos Monkees (onde ela compôs o clássico Porpoise Song com Goffin), pouco antes do divórcio. Ela e Toni foram contratados para compor as músicas Lady of the Lake e Blues for a Young Girl Gone para o álbum da banda Strawberry Alarm Clock, The World in a Seashell,  Carol casou-se com o baixista da banda Myddle Class, Charles Larker, com quem formou a banda The City. O álbum de estréia do grupo, Now That Everything’s Been Said foi um fracasso comercial. Aí, Carole fez o álbum The Writer em 1970. Foi outro fiasco retumbante.

A volta por cima veio em 1971 quando ela gravou o álbum Tapestry, uma verdadeira obra prima da história do Rock, onde ela cantou músicas novas como It’s Too late (a grande vedete do disco, que chegou ao primeiríssimo lugar nas paradas), You’ve Got a Friend (um clássico, que também alcançou grande sucesso na voz de James Taylor) e a faixa título, além de compsoições da época de parceria com o ex-marido como Will You Love Me Tomorrow (original com The Shirelles) e You Make Me Feel Like a Natural Woman (original cantado por Aretha Franklin). O resultado foi um dos discos mais vendidos de todos os tempos, cifras só batidas com o lançamento de Thriller de Michael Jackson uma década mais tarde. E abocanhou prêmios e mais prêmios como O Grammy de Gravação do Ano (para It’s Too Late), sendo a primeira vez que uma mulher conquistou tal categoria.

Na década de 70, vieram ainda os álbuns Carole King: Music (no mesmo ano), cujo destaque foi a canção Sweet Reasons, sucesso nas paradas; Rhymes and Reasons (1972), com Been to Canaan; Fantasy (1973), com Believe in Humanity e Corazón; Wrap Around Joy (1974), com Nighintgale e Thoroughbred (1976), onde contou com um time de peso como coautores: James Taylor, David Crosby, Graham Nash (ambos do CSN & Y) e o ex-marido Gerry Goffin, com quem compôs quatro músicas. Gravou ainda o álbum Simple Things com o compositor Rick Evers, com que acabou se casando após separar-se de Charles Larker. O matrimônio foi muito curto pois Evers acabou falecendo após uma overdose de drogas.

Dos anos 80 até a atualidade, Carole continuou fazendo shows, gravando discos, granjeando muitos admiradores e desde os anos 60 tem sido uma combativa ativista pelos direitos humanos e pela Ecologia, além de ter atuação política no Partido Democrata dos EUA. Ela e Gerry foram introduzidos no Rock and Roll Hall of Fame em 1990.

Teve quatro filhos: Louise (uma excelente cantora e compositora) e Sherry do seu casamento com Gerry Goffin; Molly e Levi (quando era casada com Charles Larker). Ela continua  fazendo muitos shows e vem sendo muito homenageada por uma carreira prolífica e por sua contribuição à música. Não posso esquecer de citar outros dois sucessos recentes de autoria dela: Now and Forever (do filme Uma Equipe Muito Especial) e The Reason (que escreveu para Celine Dion e onde faz os backing vocals).

Fonte: Wikipedia

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Biografias, Música, Rock and Roll

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s