RIP: Grandes personalidades da música que se foram, parte 1

Estas são as grandes personalidades ligadas á música que faleceram na semana passada.

Jiang Ying, cantora de ópera e professora de música chinesa, nasceu no dia 19 de agosto de 1919 em Haining, Zhejiang, China. Filha de pai chinês e mãe japonesa, Jiang começou a estudar música na Alemanha, quando sua família mudou-se para o país. Graduou-se na Hochschule für Musik Hanns Eisler de Berlim em 1941. Quando estourou a Segunda Guerra Mundial, teve que semudar para a Suíça, onde também acabou se graduando na escola Musikhochschule Luzern. Em 1945, casou-se com o famoso cientista e engenheiro/projetor de foguetes Qian Xuesen, que trabalhou no programa espacial EUA. Ela começou a se projetar em 1947 numa série de apresentações em seu país natal. Mudou-se com o marido para os EUA, mas eles acabaram sendo deportados e voltaram à China em 1955 e Jiang começou a trabalhar como professora de música. Faleceu, aos 92 anos, no dia 5 de fevereiro de 2012.

 Noel Kelehan, pianista e regente irlandês, nascido no dia 26 de dezembro de 1935 em Dublin, Irlanda. Embora fosse um ótimo pianista, Kelehan é mais conhecido por suas participações no famoso Festival da Canção Eurovision como regente da RTE (Raidió Teilifís Éireann, em português Rádio e Televisão da Irlanda). De 1966 até 1998, foi responsável pelas entradas musicais irlandesas no evento, tendo vencido as edições de 1980, 1987, 1992, 1993 e 1996. Aposentou-se como regente em 1998 e acabou falecendo no dia 6 de fevereiro de 2012, aos 76 anos.

Giangiacomo Guelfi, barítono operístico italiano, nascido no dia 21 de dezembro de 1924 em Roma, Itália. Começou seus estudos vocais em Florença com o grande barítono italiano Titta Ruffo. Sua estréia como solista se deu em 1950, interpretando o papel título de Rigoletto de Giuseppe Verdi. Em 1952, cantou no teatro máximo da Ópera, o Scala de Milão e teve atuação em outras cidades da Itália como Veneza, Milão, Florença, Roma (sua cidade natal), Nápoles, Palermo, Catania, e como convidado regular no famoso teatro Arena di Verona. Também cantou em diversas cidades da Europa como Berlim, Lisboa e Londres e até na África, apresentando-se no Cairo, Egito. Sua estréia nos EUA se deu no Lyric Opera de Chicago em 1954. Nesse ano, foi um dos responsáveis pela criação e elaboração da ópera contemporânea La Figlia di Jorio do compositor Ildebrando Pizzetti, onde viveu o papel de Lázaro. Em 1970, cantou no grandioso Metropolitan Opera de Nova York. Fez inúmeros papeis de destaque em óperas verdianas como Nabucco e Aída, entre outras, mas atuou em trabalhos de outros compositores como Cavalaria Rusticana e Tosca, para ficarmos em alguns. Cantou em Buenos Aires e visitou o Brasil nos anos 70, apresentando-se no Rio de Janeiro. Faleceu no dia 8 de fevereiro de 2012 aos 87 anos.

 

Continua no próximo post.

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Música, Música Erudita, RIP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s