Historia do Rock: Surge o Rei

Testemunha da gravação de Rocket 88, considerado o primeiro disco de Rock gravado, o produtor Sam Phillips era um entusiasta da música negra norte-americana desde os tempos em que estudava Direito e atuava como DJ em uma rádio que difundia esses ritmos. Em 1950, ele abriu o Memphis Recording Service, uma Race Record que teve como primeiros artistas o hoje lendário B.B. King, Junior Parker e Howlin’ Wolf, além de Ike Turner, Jackie Brenston & Cia. [que tocaram no disco Rocket 88] através de um selo chamado Sun Records. Sam costumava dizer à sua secretária, Marion Keisker, uma frase que se tornou folclore no Rock and Roll: “No dia em que encontrar um branco que cante como negro, vou fazer milhões”.

Acontece que nos idos de 1953, um rapazinho de costeletas chamado Elvis Aron Presley foi à Sun Records, a fim em gravar um acetato para presentear a mãe. Interessado no custo promocional em gravar o disco por míseros quatro dólares, Elvis adentrou o estúdio de gravação e Marion perguntou-lhe qual o estilo que cantava, no que o rapaz respondeu: “não imito ninguém”. Após gravar My Happiness e That When Your Heartaches Begin, Elvis pagou o acetato e foi embora. Marion, entretanto, impressionada com o rapaz, deixou um recado na mesa de Sam (ele estava fora da cidade), com o seguinte texto: “Elvis Presley, bom cantor de baladas. Guarde isto”.

Meses depois, Elvis voltou à Sun, sendo atendido pelo próprio Phillips. Gravou mais duas canções. Sam viajou até Nashville, de onde voltou trazendo uma canção para ser interpretada por um cantor negro. Como Phillips não logrou êxito em localizar o tal cantor, lembrou-se do recado de Marion sobre Elvis. O rapaz foi chamado e iniciou-se a sessão de gravação, sem obter muito sucesso. Durante 3 horas, Sam ficou ouvindo Elvis sem chegar num resultado satisfatório. Foi aí que entraram em cena o guitarrista Scotty Moore e o contrabaixista Bill Black. Sam os apresentou a Elvis e assim, os três começaram a gravar algumas coisas, ainda sem o resultado esperado por Sam. No intervalo, Elvis e os dois músicos começaram a brincar com um velho blues de Arthur Crudup chamado That’s All Right Mama. Elvis, como que possuído começou a cantar e chacoalhar. Ao ver e ouvir aquilo, Phillips gritou: “- É isso! Vamos gravar!”. Finalmente, Phillips tinha achado o seu cantor branco com voz negra.

Nos meses seguintes, Elvis fez um enorme sucesso, apaixonando as meninas, influenciando os meninos e deixando os pais horrorizados com seu rebolado sexy. Tanto que as TV’s americanas o focalizavam da cintura para cima, o que lhe valeu o apelido Elvis The Pelvis. Surgia, assim, o primeiro e único Rei do Rock.

Elvis, Scotty e Bill com Sam Phillips à frente: nascimento de um Rei

Deixe um comentário

Arquivado em Blues, História do Rock, Música, Rock and Roll

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s