Mestres do Metal: Black Sabbath, finale

Durante o período em que o Black Sabbath esteve “de molho”, Tony Iommi aproveitou para gravar em 1996, o seu tão sonhado álbum solo, chamando velhos amigos como Glenn Hughes (que havia participado do Sabbath em 1986), nos vocais e baixo e o batera Dave Holland (Judas Priest). Completavam o line up os tecladistas Don Airey (Deep Purple, Whitesnake), Geoff Nichols (do Sabbath) e Mike Exeter. O álbum teria o nome Eightieth Star (uma brincadeira com Seventh Star, a primeira tentativa de álbum solo de Tony), mas teve alguns problemas para ser lançado, vindo a conhecer a luz do dia em 2004 com o nome The 1996 DEP Sessions, o que não impediu o surgimento de um bootleg com as sessões de gravação.

Em 1997, aconteceu o esperado reencontro de Tony com os fundadores do Black Sabbath Ozzy Osbourne, Geezer Butler e Bill Ward no festival criado por Ozzy chamado Ozzfest. Depois de alguns shows na Inglaterra foi gravado e lançado em 1998, o álbum duplo Reunion, que além dos conhecidos clássicos da formação clássica, tinha duas músicas novas, Psycho Man e Selling My Soul. Em seguida, veio uma turnê pela Europa e Bill teve uma ataque cardíaco, sendo substituído por Vinnie Appice do Sabbath de Dio. Recuperado, voltou em tempo de finalizar os compromissos. A banda também participou de mais uma edição do Ozzfest.

Em 2000, abanda ganhou seu primeiro e único Grammy como Melhor Performance Metal por Iron Man do álbum Reunion. Nesse ínterim, os membros da banda começaram a se envolver em trabalhos solo. O guitarrista do Sabbath reuniu um time da pesada para seu primeiro álbum solo [oficial] Iommi: Brian May, Henry Rollins, Dave Grohl (Foo Fighters), Phil Anselmo (Pantera), Billy Idol, Billy Corgan (Smashing Pumpkins), Ian Astbury (The Cult) e Peter Steele (Type O Negative), além dos colegas sabáticos Ozzy e Bill Ward.

Em 2001, o Black Sabbath tentou gravar seu primeiro álbum de estúdio desde Forbidden (1995), mas a agenda de Ozzy, às voltas com um novo álbum não permitiram que isso se concretizasse. Acabou acontecendo outro hiato de três anos e a banda voltou a se reunir como atração principal do Ozzfest de 2004 e 2005. Iommi gravou seu terceiro álbum solo (segundo em parceria com Glenn Hughes), Fused (2005).

Em 2006, o lançamento da coletânea Black Sabbath: The Dio Years fez com que o vocalista da formação de 1980-1982 se reaproximasse de Tony Iommi e Geezer Butler. Decidiram reativar a consagrada formação do Sabbath, paralela à reunião com Ozzy e usando o nome Heaven & Hell. O batera Bill Ward não quis participar do projeto e o batera Vinnie Appice foi chamado. Nesse mesmo ano, o Black Sabbath foi introduzido no Rock and Roll Hall of Fame. O Heaven & Hell fez uma série de shows entre 2007 e 2008 e gravou seu primeiro álbum, The Devil You Know em 2009. Nesse mesmo ano, Ozzy entrou na justiça contra Tony Iommi pelos direitos do nome Black Sabbath. No ano seguinte, Ronnie James Dio acabou perdendo a longa batalha contra o câncer e a Heaven & Hell foi cancelada.

Os anos seguintes foram de apreensão para a toda a nação sabática no mundo todo por causa do processo judicial de Ozzy. Em 2011, acabou o sufoco: os quatro membros originais anunciaram a volta do Black Sabbath, inclusive com um álbum inédito de estúdio a ser lançado em meados de 2012, apesar de Tony ter sido diagnosticado com um linfoma. A notícia mais recente deu conta da saída de Bill Ward do projeto, mas seus colegas esperam que ele volte atrás em sua decisão. A história do Black Sabbath está longe de acabar.

Crédito da foto: Lester Cohen

Fontes:

Wikipedia

Site Oficial

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Biografias, Blues, Música, Mestres do Metal, Rock and Roll

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s