Aniversaria hoje: George Harrison, parte 2

I Need You (Harrison)Help!, 1965 – A partir deste disco, George só cantou músicas de sua lavra. Esta é uma das mais belas baladas românticas compostas já gravadas pelos Beatles, feita para sua então futura esposa Patty Boyd, George faz uso da a alavanca de volume de sua guitarra para criar um efeito diferenciado. 

You Like me Too Much (Harrison), Help!, 1965 – A segunda contribuição de George para o disco é outra de suas mais belas canções. Destaque para o diálogo entre o piano e a guitarra líder na hora do solo.

 Norwegian Wood (Lennon-McCartney), Rubber Soul, 1965 – Claro, essa não é cantada pelo George, mas o destaque é a introdução de um instrumento oriental (no caso, a cítara) no Rock and Roll, ainda que seja uma bela balada Folk. Pioneirismo by George Harrison! 

Think For Yourself (Harrison), Rubber Soul, 1965 – primeira música de George a usar experimentalismo com pedais de efeito (fuzz), além do vocal raivoso, mas doce, do caçula dos Beatles. 

If I Needed Someone (Harrison), Rubber Soul, 1965 – Uma das mais belas canções compostas por George na segunda fase, com belas harmonias vocais de seus colegas John e Paul. Uma das músicas preferidas de guitarristas que tocam cover de Beatles. Curiosidade: a banda The Hollies fez um cover desta música que George simplesmente detestou. 

Taxman (Harrison), Revolver, 1966 – É a primeira e única música de George a abrir um disco dos Beatles, onde ele critica o Fisco [Taxman = coletor de impostos] de seu país com uma tirada bem irônica. É uma das únicas músicas dos Beatles em que George não faz o solo de guitarra, cabendo a incumbência a Paul.

 Love You Too (Harrison), Revolver, 1966 – É a primeira vez que george dá um caráter mais oriental a uma música dos Beatles. Tanto que só há intrumentos indianos como cítara, tamboura e tabla, entre outros. Tocados por músicos de estúdio oriundos da Índia.

 I Want to Tell You (Harrison), Revolver, 1966 – George “volta” ao ocidente com essa bela música com um ótima levada pianística.

 Within’ You Without You (Harrison), Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, 1967 – Depois da “overdose” de George no disco anterior (três composições), o clássico Sgt. Pepper’s apresenta uma contribuição de George, voltando ao estilo oriental com um pouco de instrumentação erudita.

 Flying (Lennon-McCartney-Harrison-Starkey), Magical Mystery Tour, 1967, uma das únicas músicas creditadas aos quarto Beatles. Imagina-se que a característica harrisoniana da música esteja nos fraseados de guitarra dela. 

Blue Jay Way (Harrison), Magical Mystery Tour, 1967 – Novamente, George tem apenas uma única composição de sua lavra num álbum dos Beatles. É outra música que conta um episódio pitoresco da vida de George. Ele estava hospedado numa casa no endereço citado na letra (Caminho Blue Jay), situado em Los Angeles, Califórnia e o RP dos Beatles Derek Taylor perguntou-lhe como fazia para chegar lá. A descrição acabou virando essa mística composição que figura no álbum e no filme Magical Mystery Tour.

Conclui no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Música, Música oriental, Rock and Roll, The Beatles

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s