Grandes Duplas Musicais: The Carpenters, parte 2

Com o fim da banda Spectrum, Karen e Richard decidiram continuar em frente como duo, com a colaboração de John Bettis como parceiro nas composições. O primeiro passo dessa nova etapa foi distribuir demos gravadas em estúdio para as gravadoras. Gravaram como material de divulgação as músicas Your Wonderful Parade, Don’t Be Afraid e Invocation.

Para conseguir fazer os shows do programa Your All American College Show, eles fizeram um teste preliminar, onde recrutaram o baixista Billy Sissyoev e apresentaram um medley of Dancing in the Street e The Shadow of Your Smile, os  irmãos Carpenter se esmeraram tecnicamente em seus instrumentos. Com resultado da boa apresentação no programa, receberam uma proposta comercial da Ford de 50.000 dólares anuais para participar de campanhas publicitárias junto com o grupo Going Thing, lançando um novo modelo de carro, o hoje conhecidíssimo Maverick. Apesar da ótima oferta, os dois queriam muito assinar contrato com uma gravadora.

No início de 1969, uma das fitas chegou à A & M Records, capitaneada pelo grande trumpetista da banda Tijuana Brass, Herb Alpert, que havia fundado a gravadora com o amigo Jerry Moss (daí as iniciais do nome), que já tinha em seu cast os compositores Burt Bacharach e Hal David e o cantor Paul Williams. Alpert gostou muito do apelo apaixonado de Karen nos vocais e ofereceu o primeiro contrato de gravação para a dupla. Contudo, eles chegaram a um impasse: o contrato para a campanha da Ford iria consumir muito de seu tempo e eles não teria tempo hábil para cumprir os compromissos com a gravadora. Em nome da música e para trabalhar unica e exclusivamente com isso, deram adeus ao contrato lucrativo da Ford, mais um carro para cada um e declinaram da proposta.

Fizeram sua estreia na gravadora com o álbum Offering, com uma versão muito particular de Richard Carpenter para o clássico Ticket to Ride dos Beatles. A balada roqueira cheia de guitarras dos Fab 4, que apareceu pela primeira vez no filme Help! deu lugar a uma linda canção de amor feita com a voz maravilhosa de Karen e as deliciosas harmonizações criadas por Richard. O resultado não podia ser outro: sucesso! Embora não estivesse nas primeiríssimas psoições das paradas, a música chamou atenção, tanto que o álbum foi relançado no ano seguinte com o nome da música. Outra música de destaque: a versão da dupla para o hino hippie Get Together, grande sucesso da banda The Youngbloods.

Ainda em 1970, o álbum seguinte, Close to You foi resultado do encontro entre eles e o compositor e colega de gravadoraBurt Bacharach , que há muito estava interessado no potencial dos Carpenters e procurou agendar um show conjunto. Foi oferecida para a dupla a música (They Long to be) Close to You, gravada anteriormente pela musa Dionne Warwick em 1967, como carro-chefe do disco. Ela ficou em primeiríssimo ligar nas paradas. Outras duas músicas de Bacharach/David apareceram no álbum: Baby It’s You, gravada anteriormente pelas Shirelles e pelos Beatles (olha eles aí de novo!) e I’ll Never Falling in Love Again, outro clássico maravilhosamente cantado por Dionne Warwick. Os Beatles comparecem mais uma vez num disco dos Carpenters a partir da versão dos irmãos para o clássico Help!

Outra música que está no disco tem uma história muito interessante. Certo dia, Richard estava vendo TV e passou um comercial do Crocker National Bank com um tema chamado We’ve Only Just Begun. Ao ver aquilo, jovem pianista teve um estalo na mente e ele procurou saber de quem era a música. Descobriu que tinha sido composta por um colega de gravadora, Paul Williams em parceria com Roger Nichols e pediu permissão para que ela figurasse no álbum Close to You. Williams e Nichols deram um acabamento na música (foi usado apenas um trecho na campanha publicitária) e a entregaram ao eufórico Richard, sendo convertida num grande clássico dos anos 70 e da música em geral. A gravadora não botava muita fé que uma música de comercial fosse agradar, mas Richard bateu o pé e tudo deu muito certo: o single ficou em 2º lugar nas paradas nacionais.

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Biografias, Grandes Duplas Musicais, Música, The Beatles

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s