Monkees Review: O Galante Mr. Jones, parte 1

Ele era um dos mais destacados entre os Monkees como ator. Era o príncipe encantado da banda e sua voz provocava suspiros, especialmente entre as audiências femininas. Era o  único nascido fora dos EUA. Falamos hoje sobre o agora saudoso Davy Jones, que se foi na semana passada.

David Thomas Jones nasceu no dia 30 de dezembro de 1945 em Manchester, Inglaterra, filho caçula de Harry e Doris Jones, que já tinham três filhas Hazel, Beryl e Lynda.  Quando Davy tinha 14 anos, sua mãe faleceu, vítima de enfisema pulmonar. Como não nutria mais interesse pelos estudos, ele deixou a escola e começou a se ocupar como aprendiz de jockey. Um ano depois, começou a trabalhar num dos estábulos New Market,  de Basil Foster. Paralelamente, começou a receber propostas para atuar e nesse mesmo ano, tomou parte num programa da BBC chamado June Evening.

Em 1961, ele atuou na segunda temporada da soap opera Coronation Street, considerada a mais longeva novela de todos os tempos (de 1960 até os dias de hoje). Lá, ele viveu Colin Lomax, o neto da protagonista da trama Ena Sharples. Foi nessa época que a mãe de Davy faleceu, vítima de enfisema pulmonar. Graças a seu chefe da New Market, Davy conseguiu alguns contatos no teatro, onde viveu Michael numa montagem de Peter Pan.

Em 1962, os agentes teatrais vieram a oferecer a ele uma vaga no musical Oliver!, baseado na obra de Charles Dickens. Davy aceitou participar e viveu o papel do travesso Artful Dodger. Ele teve como instrutora a atriz Jane Asher (mais tarde, a famosa primeira namorada de Paul McCartney), sua coestrela na peça. O sucesso foi tanto que o produtor convidou o jovem ator a participar da montagem do musical na Broadway, EUA. Sua estreia foi em dezembro daquele ano e foi novamente bem sucedida, o que lhe valeu uma indicação ao Tony, o Oscar do Teatro.

Em 1964, o musical continuava fazendo muito sucesso, o que levou a inúmeras viagens e aparições em programas de TV como o Ed Sullivan Show, no histórico dia 9 de fevereiro daquele ano, quando seus compatriotas, os Beatles lá se apresentaram e onde começaram sua conquista da América e do mundo por tabela. Reza a lenda que Davy ficou encantado com o que viu e até conseguiu fazer contato com o baterista Ringo Starr, o mais baxinho dos Beatles, com quem fez uma brincadeira: – “nossa, até você é mais alto do que eu!”. Davy nunca teve problemas por causa de sua estatura. Sempre levou as piadas e zombarias na boa, o que deve ter irritado muito seus detratores. No final do ano, a Colpix Records (uma subsidiária da Columbia Pictures) ficaram interessados no ator e cantor e ofereceram-lhe um contrato de gravação. Perto do Natal, ele gravou as músicas  Dream GirlTake Me To Paradise, constantes de seu single de estreia.

Em 1965, sua estada em Oliver! se encerrou e ele entrou para o cast da Colpix, com quem assinou um termo para atuar em filmes , através da própria Columbia Pictures ou séries televisivas pela Screen Gems. Segundo as palavras do próprio Davy:

“me ofereceram ótimos scripts que até poderiam ter dado certo. Um deles era um seriado sobre um policial que encontrava um duende e só ele podia vê-lo, uma situação muito incomum. Algo muito parecido do que acontece em A Feiticeira  [outro seriado da casa]. Mas, enfim eram ideias que eu tinha que esperar saírem do papel para serem oferecidas para mim.”

 Foi nesse contexto, de arrumar uma colocação para seu novo contratado, que os executivos da Columbia incentivaram Davy a participar dos testes para uma nova série sobre músicos atrás do sucesso. Foi ali que começou a história dos Monkees para ele.

Michelle McKenna colaborou no post

Photo: Keystone, Getty Images 2010

Na foto, Davy num momento dos bastidores de Oliver com sua colega de cena, a atriz Vivienne Martin

Continua no próximo post

2 Comentários

Arquivado em Biografias, Humor, Música, Monkees Review, Rock and Roll, The Beatles, The Monkees

2 Respostas para “Monkees Review: O Galante Mr. Jones, parte 1

  1. Lindinho. A foto é do Oliver, de 1962. Mas ele parece bem mais novo

  2. Pingback: Especial: 1 Ano Sem Davy Jones |

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s