Monkees Review: O Galante Mr. Jones, parte 2

Como contratado da Columbia Pictures, Davy Jones tinha vários projetos televisivos dos quais poderia participar. Bob Rafelson e Bert Schneider, dois produtores da Screen Gems (o braço televisivo da Columbia) estavam bolando um seriado cômico que tinha como mote o dia a dia de uma banda de Rock tentando alcançar o estrelato. Foi colocado um anúncio nos estúdios da companhia e os executivos sugeriram  a Davy fizesse parte dos testes. Diferente do que se pensa até hoje, o cantor não teve privilégios nessas audições. Teve participação como todos os outros candidatos e preencheu os requisitos para ser aprovado no cast. Caso fose reprovado, abraçaria um outro projeto. Paralelamente, Davy lançou seu primeiro álbum pela Colpix intitulado David Jones, que gerou um single de pouca repercussão, What Are We Going To Do?

No dia 12 de setembro de 1966, ele fez sua estreia na TV norte americana como participante do seriado The Monkees, onde manteve o nome com o qual era conhecido e onde era um dos artífices das gags impagáveis do programa por sua baixa estatura e por ser o galã da trupe. Combinando o talento de Davy aos de seus colegas de cena Mickey Dolenz, Mike Nesmith e Peter Tork, o seriado foi um grande sucesso e isso acabou demandando que eles deveriam ser músicos de verdade e não só atores num seriado. Davy se deu bem em tocar maracas e pandeiro e vez ou outra uma guitarra. Suas coreografias também eram sua marca registrada.

Participou de todos os discos lançados pelos Monkees e no decorrer da trajetória da banda, cantou clássicos como Daydream Believer, She Hangs Out, Valleri, When Love Comes Knockin’, A Little Bit Me A Little Bit You, The Day We Fall in Love, I Wanna Be Free, Hold on Girl, Nice to be With You, entre muitas outras. Embora tivesse muita interação com todos os colegas, Davy via em Mickey Dolenz muitas coisas em comum e por isso, os dois sempre foram como irmãos. Um dos problemas recorrentes dos Monkees era a acusação de serem pré-fabricados (daí o título pejorativo que ganharam, The Pre-Fab 4) e de não tocarem de verdade em seus discos.

Em 1968, após o fim do seriado e o fracasso de Head (no Brasil, Os Monkees Estão Soltos), a primeira incursão da banda no cinema, Davy e Mickey decidiram manter os Monkees como um duo, gravando os álbuns Instant Replay (1969) e Changes (1970). Foi nesse ano que acabou se casando secretamente com Linda Haines, fato que veio à tona no ano seguinte e abalou um pouco a carreira dele, pois as fãs se diziam “decepcionadas” e traídas. Desse matrimônio, Davy teve duas meninas, Talia Elizabeth e Sarah Lee.

A banda terminou oficialmente em 1971, e ele se estabeleceu em Nova York, onde retomou a carreira solo, lançando seu segundo disco, Davy Jones, pela Bell Records (que havia lançado disco da Partridge Family [Família Dó Ré Mi]), de onde saiu seu primeiro hit, Rainy Jane. Ganhou um especial televisivo pela ABC chamado Pop Goes to Davy Jones, onde apresentou nomes como Jackson Five e The Osmonds. Também apareceu em vários seriados televisivos como The Brady Bunch (onde cantou Girl, outro de seus hits mais conhecidos),  Love American Style, Make Room for Granddaddy, além de trabalhar como dublador em desenhos como As Novas Aventuras de Scooby Doo, A Ilha do Tesouro e Oliver Twist. Voltou ao teatro em produções britânicas como The Boyfriend, Tom Sawyer, The Point de Harry Nilsson (ambos os trabalhos junto com Micky),  Godspell, onde fez o papel de Jesus Cristo e uma nova montagem de Oliver!, onde viveu o personagem Sagin.

Em 1975, retomou a parceria musical com o velho amigo Micky e os dois se uniram à dupla de compositores de sucessos dos Monkees Tommy Boyce e Bobby Hart no projeto Jones, Dolenz, Boyce & Hart, que fez um enorme sucesso e resultou numa concorrida turnê, onde cantavam grandes sucessos da banda que os consagrou. Seu casamento com Linda chegou ao fim e dois anos depois, Davy gravou seu último single solo daquela década, Hey Ra Ra Ra, Happy Birthday Mickey Mouse pela Warner Bros, além de participar de um seriado britânico chamado A Horse in the House. Fez um programa com o parceiro Mickey chamado Mickey Dolenz & Davy Jones Show.

Colaborou: Michelle McKenna

Davy em seu teste para integrar The Monkees

Continua no próximo post.

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Humor, Música, Monkees Review, RIP, The Beatles, The Monkees

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s