RIP: Grandes nomes da Música que se foram, parte 3

Frank Marocco, piano-acordeonista, compositor e arranjador norte ameticano, nascido no dia 2 de janeiro de 1931 em Joliet, Illinois, EUA. Começou a tocar acordeon aos 7 anos quando a família o colocou num curso de seis semanas. Seu primeiro professor foi George Stefani, que foi seu orientador musical por nove anos. Também áprendeu clarineta e piano, bem como teoria musical, harmonia e composição. No decorrer de sua carreira, ganhou inúmeros prêmios e é considerado um dosa acorceonistas mais gravdos da história. Um de seus trabalhos mais notórios foi no revolucionário álbum dos Beach Boys, Pet Sounds. Faleceu no dia 3 de março de 2012 aos 81 anos. 

Ronald Douglas “Ronnie” Montrose, guitarrista, cantor, bandolinista e produtor norte americano, nascido no dia 29 de novembro de 1947 em San Francisco, California, EUA. Aos 16 anos se mudou para o Colorado onde formou a banda Sawbuck com o baixista Chris Church. Os dois logo deixaram a banda para trabalhar no disco de Van Morrison, Tupelo Honey. Depois disso, foi cada um pro seu canto. Ronnie tocou brevemente com Boz Scaggs até se estabelecer na Edgar Winter Group, onde tocava guitarra e bandolim. Então teve uma promissora carreira acompanhando nomes como Johnny Winter, Herbie Hancock, Neville Brothers, The Beau Brummels, Gary Wright, Sammy Hagar e Nicolette Larson, entre outros, além de gravar alguns álbuns solo e também com sua banda Gamma, formada no fim da década de 70. Há aguns anos, foi diagnosticado cmo cãncer na próstata, o qual consegiu vencer em 2009. Infelizmente, a doença voltou a se manifestar, ceifando sua vida no dia 3 de março de 2012, aos 64 anos.

Robert Bernard Sherman, compositor e roteirista norte americano, nascido no dia 19 de dezembro de 1925 na cidade de Nova York, NY, EUA. Formou com o irmão Richard Morton o prolífico time The Sherman Brothers responsável pela trilha sonora de diversos filmes e animações da Disney como Mary Poppins, Mogli, As Aventuras do Ursinho Pooh, O Calhambeque VoadorThe Slipper and the Rose, e um dos temas mais recorrentes e universais daquela empresa de entretenimento,  “It’s a Small World (After All)” (aqui no Brasil, Pequeno Mundo). Faleceu no dia 5 de março de 2012, aos 86 anos.

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Jazz, Música, Música Erudita, RIP, Rock and Roll

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s