Grandes Nomes do Soul: Ray Goodman & Brown, finale

Em 1979, após uma década com muitas músicas nas paradas de sucesso numa parceria com o selo fonográfico Stang, The Moments receberam um tentador convite ir para a gravadora major Polydor. Começou assim o litígio judicial acerca do nome da banda, que seria exclusivo da All Platinum. Para encerrar a disputa, decidiram usar seus sobrenomes para nomear o novo trabalho da banda. Nascia assim Ray, Goodman & Brown. O álbum de estreia na nova casa, auto intitulado, fez muito sucesso a partir do bombástico single Special Lady (lado B Deja Vu), primeiríssimo lugar nos charts R & B e quinto lugar na parada Pop. Fez fez sucesso em inúmeros países, entre os quais o Brasil. Por esse trabalho, o grupo recebeu o Disco de Ouro.

Em 1980, gravaram o disco Ray Goodman & Brown II, com três grandes clássicos: Inside of You (que chegou ao 14º lugar nas paradas R & B), My Prayer (31º lugar) e Happy Anniversary (16º lugar). No ano seguinte, foi lançado Stay, com destaque para Shoestrings (67º lugar), How Can Love So Right (Be So Wrong), que chegou ao 30º lugar e a faixa título que não chegou aos charts.

Em 1982, saiu o derradeiro álbum pela Polydor, Open Up com destaque para Till the Right One Comes Along, Gambled on Your Love e After All. Infelizmente, nenhuma delas chegou aos charts. Harry Ray decidiu partir para a carreira solo, indo trabalhar com os velhos amigos Joe e Sylvia Robinson, que estava numa nova gravadora, Sugar Hill Records. O cantor Kevin “Ray” Owens, que atuava como vocalista de apoio de Luther Vandross foi recrutado como substituto, mantendo o nome do grupo. No entanto, a carreira solo de Harry se resumiu a apenas um álbum pífio e um hit obscuro, Sweet Baby. Em 1983, ele voltou para o RG&B.

Em 1984, gravaram um álbum pela Panoramic Records, All About Love, Who’s Gonna Make the First Move?, sujo single Who’ Gonna Make the First Move chegou ao 61º lugar das paradas R & B. Após um lapso de dois anos, assinaram com a EMI America e voltaram aos dias de glória com o álbum Take It to the Limit, cuja faixa título abocanhou o 8º lugar nas paradas R & B. Celebrate Our Love (34º lugar) e (Baby) e Let’s Make Love Tonight foram outros singles extraídos do disco.

Em 1988, assinaram com a Manhattan e gravaram seu derradeiro álbum, Mood for Lovin’, onde contaram com a participação de Greg Willis, com destaque para Where Did You Get That Body, (Baby)? , que ficou em 61º lugar nas paradas.

Na década de 90, começarama afazer muitos shows. Com o afastamento temporário de Billy, com problemas de saúde, eles recrutaram o cantor Harold “Eban” Brown, que já havia cantado nos lendários The Delfonics. Depois de dois anos cantando com o RG&B, Harold saiu para integrar outro grande grupo de Soul dos anos 70, The Manhattans.

No dia 1º de outubro de 1992, Harry Ray sofreu um derrame e veio a falecer aos 45 anos. Mesmo abalados com a perda do amigo, Al e Billy chamaram Kevin Ray de volta. O amigo Greg Willis veio a se juntar eles e ocasionalmente atuaram como quarteto. Nesse formato, o vocalista Wade “Smokey” Elliot também fez alguns shows com RG&B, mas abraçou a carreira solo na década de 90. Desistindo de vez de tentar formar um quarteto, Al, Billy e Kevin continuaram fazendo trunês e até gravaram material novo em dois álbuns ainda não lançados, que se encontram nos arquivos da All Platinum. Numa de suas últimas aparições, o RG&B travou um lendário encontro com um dos vocalistas dos Manhattans, Gerald Alston para cantar o clássico daquela banda Kiss and Say Goodbye. Foram banda de apoio da cantora Alicia Keys em seu hit You Don’t Know My Name, que chegou ao primeiro ligar nas paradas em 2003. Fizeram uma tour em 2008, que foi registrada. O incansável Al Goodman, a voz gave do RG&B faleceu no dia 27 de julho de 2010, aos 73 anos.

Isso poderia encerrar a bela trajetória do RG&B, ex-The Moments, mas Billy Brown e Kevin Ray Owens decidiriam manter esse legado em memória de seus dois queridos irmãos Harry e Al. Paralelamente, o membro original do The Moments, Mark Greene, tem excursionado usando o nome da banda, após ganhar o direito na justiça. Mas isso é pauta para um futuro post.

Fontes:

Wikipédia

http://www.discogs.com/artist/Moments%2C+The

http://www.discogs.com/artist/Ray%2C+Goodman+%26+Brown

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Biografias, Grandes Nomes do Soul, Grupos vocais, Música, Soul e R & B

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s