RIP: Grandes nomes da música que se foram, parte 1

Robert Wilberforce Kakoma, compositor e cantor ugandense, nascido em 1922 ou 1923 em Kampala, Uganda. Estudou no Trinity College of Music e na Universidade de Durham. Tornou-se nacionalmente conhecido por ser o compositor de Oh Uganda, Land of Beauty, o Hino Nacional de Uganda, letra e música de sua autoria escrita em 1962, por ocasião da independência daquele país. Faleceu no dia 8 de abril de 2012 aos 89 anos.

Rikiya Yasuoka, cantor e ator japonês, nascido no dia 19 de julho de 1947 em Tóquio, Japão. Em 1963, ele formou o grupo vocal e performático The Sharp Hawks, que tinha em seu line up, além de Yasuoka, Yuji Nozawa, Tadao Suzuki, Masao Koyama e Jimmy Lennon, cum uma história muito parecida com a dos americanos The Monkees (em um futuro postda série Achados & Perdidos, eu falo mais sobre eles). Tornou-se um célebre ator, tendo participado de inúmeros filmes. Em 2006, ele foi diagnosticado com a Síndrome de Guillain Barré e faleceu de insuficiência cardíaca em 8 de abril de 2012, aos 64 anos.

Ismail Haron, cantor cingapuriano, nascido no dia 13 de maio de 1946 em Killiney Road, Cingapura. Nos anos 60, ele fez parte de grupos locais como The Valiants e The Vigilantes, que tocavam clássicos do Rock em idioma malaio como Senyuman Terakhir (Green Green Grass Of Home), Mari Sayang (Hang On Sloopy) and Mari Menari (La Bamba). Seu maior hit foi a Enam Belas Lilin (versão em malaio para Sixteen Candles). Mudaram o nome para The Guys e gravaram Khayalan uma versão para The Fool in The Hill (Beatles). Em 1970, Ismail começou uma bem sucedida carreira solo. Entre 1972 e 1976 gravou uma série de duetos com a cantora e diva malaia Anita Sarawak como Alam Terpuja (You Make me Feel Brand New dos Stylistics). Faleceu no dia 9 de abril de 2012 aos 64 anos.

Jose Guardiola, cantor espanhol, nascido no dia 22 de outubro de 1930 em Barcelona, Espanha. Começou a cantar em 1949, quando fazia parte do grupo The Crazy Boys. Pouco a pouco foi galgando os degraus da fama, que conheceu na década de 60, especialmente em seu país natal na América Latina, a partir de versões em espanhol para clássicos como Sixteen Tons e Mack The Knife. É considerado o primeiro grande crooner de origem espanhola. O grande momento de sua carreira como cantor foi representar a Espanha no festival Eurovision em 1963, cantando Algo Prodigioso, que ficou em 12º lugar. Gravou muitos álbuns em espanhol e catalão. Aposentou-se em 2008 e veio a falecer no dia 9 de abril de 2012 aos 81 anos.

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Música, RIP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s