RIP: Grandes nomes da música que se foram, parte 1

Aqui em nossa seção RIP, homenageamos grandes figuras ligadas à música que infelizmente perdemos nas duas últimas semanas. 

Sári Barabás, cantora de ópera (soprano coloratura) alemã, de origem húngara, nascida no dia 14 de março de 1914 em Budapeste, Hungria. Ela queria se tornar bailarina mas uma lesão séria a fez mudar de planos e ela começou a se dedicar ao canto, estudando com Frau Speckler em Budapeste. Sua estréia aconteceu na peça Rigoletto de Giuseppe Verdi, onde fez o papel de Gilda. Após a Segunda Guerra, começou a aparecer regularmente na Ópera de Zurique na Suiça e na Ópera Popular de Viena na Áustria. Cantou em vários teatros de ópera pela Europa e pelos EUA e sempre foi chamada para montagens do Rigoletto como convidada especial. Viúva de 1991 do tenor Franz Klarwein, Sóri faleceu no dia 16 de abril de 2012 aos 98 anos após um derrame fatal. 

Teddy Charles, músico (piano, vibrafone e bateria) e compositor norte americano especializado em Jazz, nasceu Theodore Charles Cohen no dia 13 de abril de 1928 em Chicopee Falls, Massachussetts, EUA. Estudou percissão na Escola de Música Juilliard e no início da carreira usava seu nome de batismo, Ted Cohen. Em 1951, mudou para Ted Charles e era um músico muito requisitado, tendo trabalhado com grandes feras do Jazz como Charlie Parker, Coleman Hawkins, Miles Davis, Artie Shaw, Max Roach, David Amram, Lee Konitz, Benny Goodman, Buddy De Franco and Charles Mingus. Faleceu no dia 16 de maio de 2012, alguns dias depois de ter chegado ao seu 84º aniversário. 

Sir Alan Ray Hacker, clarinetista e professor de música inglês, nasceu no dia 30 de setembro de 1938 em Dulwich (?), Inglaterra. Começou seus estudos no Dulwich College (onde esteve de 1950 a 1955) e então foi para a Academia Real de Música, um dos mais conceituados estabelecimentos de ensino musical do mundo, onde ainda ganhou uma bolsa para estudar em Beirute, Paris e Viena. Em 1958, ele se junitou à Filarmônica de Londres e também começou a lecionar na Academia Real de Música. Um ano depois casou-se com Anna Maria Sroka, com que teve dois filhos. Foi condecorado com a Ordem do Império Britânico por seus serviços à música britânica. Faleceu no dia 16 de abril aos 73 anos. 

Terry Lloyd Schmidt, compositor norte americano, nascido no dia 29 de setembro de 1945 em Virginia, Minnesota. Começou tocando guitarra e compôs uma peça instrumental, 80 Foot Wave, aos 15 anos, a qual gravou aos 19 anos que chegou a figurar no chart da Billboard de 1964, entre as cinco mais, batendo o clássico das Supremes Baby Love. Faleceu no dia 16 de abril de 2012 aos 66 anos.

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Música Erudita, RIP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s