Rock Setentista: Thin Lizzy, parte 2

O Thin Lizzy havia sido formado em 1969 pelos amigos Phil Lynnot (vocais e baixo) e Brian Downey (bateria) junto com os ex-Them Eric Bell (guitarra) e Eric Wrixon (teclados). Depois de gravar vários discos sem repercussão no Reino Unido, os dois Erics “sartaram” fora e quase Downey fez o mesmo. Em compensação, a banda ganhou o reforço do guitarrista Gary Moore, amigo de infância de Phil, que havia tocado no Skid Row junto com o baixista. Mas Gary se desentendeu com a banda e então Phil e Brian recrutaram os guitarristas Brian Robertson e Scott Gorham, que trouxeram o duo de guitarras solo à banda.O grande estouro do Lizzy veio com a música The Boys Are Back In Town, que se tornou um clássico do Rock. Em 1975, veio a primeira turnê norte americana do Lizzy.

Em 1976, alguns fatos turbulentos marcaram a banda. Lynnot ficou com hepatite e a turnê teve que ser cancelada. Quase no fim do ano foi a vez de Robertson sofrer um acidente que quase inutilizou sua mão e ele foi substituído pelo sempre prestimoso Gary Moore. No ano seguinte, a banda gravou o álbum Bad Reputation, onde Scott Gorham teve que gravar as duas guitarras do disco pois Robertson ainda recuperava do problema na mão. O baixista e o guitarrista começaram se estranhar e a gota d’água foi o desentendimento quanto à produção do álbum ao vivo Live and Dangerous (1978). Robertson acabou saindo da banda e Gary Moore veio a substituí-lo em tempo integral.

Downey não pôde excursionar com a banda, pois o filho estava doente. Sendo assim, ele foi substituído temporariamente por Mark Nausseef. O batera do Thin Lizzy voltou para as sessões do álbum Black Rose: A Rock Legend. A essa altura os problemas com drogas envolvendo, principalmente, Lynnot e Gorham começaram a ficar evidentes, mas a banda manteve o pique e gravou alguns singles como Waiting for an Alibi e Do Anything You Want To“, que alcançaram o segundo lugar nas paradas britânicas. Um terceiro single fez um sucesso moderado. Trata-se de Sarah, uma ode à filha recém-nascida de Phil.

Em 1979, Gary Moore saiu da banda intempestivamente no meio de uma turnê e Phil decidiu manter o Thin Lizzy como um trio. O guitarrista Midge Ure do Ultravox fez um tour de force com a banda e mostrou-se disponível quando fosse necessário. Mesmo assim, Lynnot chamou outro guitarrista, Dave Flett (ex-Manfred Mann’s Earth Band) e Ure ficou atuando como tecladista. Após essa conturbada turnê, o Thin Lizzy deu um tempo e Phil Lynnot gravou seu primeiro trabalho solo, Solo In Soho (1980), álbum que contou com os colegas de Lizzy (Gorham e Downey), Mark Knopfler (Dire Straits), os ex-Thin Lizzy Gary Moore e Brian Robertson e o guitarrista Snowy White (nascido Terence Charles White no dia 3 de março de 1948 em Barnstaple, Devon, Inglaterra), músico de estúdio que havia tocado com Peter Green e Pink Floyd e que se tornou guitarrista oficial do Lizzy. Nesse mesmo ano, a banda gravou o álbum Chinatown, que marcou as estreias de Snowy White e do jovem tecladista Darren Warthon (nascido Darren Leigh Warton no dia 24 de dezembro de 1962 em Failsworth, Lancashire, Inglaterra), então com 17 anos.

No ano seguinte, enquanto é lançada a primeira coletânea da banda, The Adventures of Thin Lizzy, Lynnot gravou seu segundo álbum solo, The Phillip Lynnot Album no mesmo esquema do anterior com membros do Thin Lizzy como músicos de apoio e outros convidados (Midge Ure, Mark Knopfler e Huey Lewis, entre outros). O álbum levou um ano para ser lançado, exatamente depois de Renegade, disco de 1981 do Thin Lizzy. Em 1982, começou a haver constantes problemas internos, o que fez com que algumas turnês fossem canceladas. Essas falhas fizeram com que Snowy White pedisse o boné e Lynnot teve que retomar a procura por um guitarrista efetivo, o qual encontrou na pessoa de John Sykes (nascido John James Sykes em 29 de julho de 1959 em Reading, Berkshire, Inglaterra).

O álbum Thunder and Lightining (1983) foi o canto do cisne do Thin Lizzy e Phil queria que a banda se despedisse em grande estilo. Para tanto chamou os ex-guitarristas da banda (Eric Bell, Gary Moore, Brian Robertson e Snowy White) para uma positiva turnê de despedida que resultou num álbum duplo ao vivo, Life (1983). O ápice dessa tour foi a união de 5 guitarristas (Bell, Gorham, Moore, Robertson e Sykes) numa mesma música, The Rocker. Depois do fim do Lizzy, Lynnot continuou gravando alguns trabalhos solo.

Phil e seus amigões do peito

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Biografias, Música, Rock and Roll, Rock Setentista

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s