Monkees Review: o Líder Michael Nesmith, parte 5

Em 1972, o primeiro e único álbum gravado com a Second National Band,  Tantamount To Treason Vol. 1 foi um fracasso comercial e a banda acabou depois disso. No ano seguinte, Mike gravou o disco  Pretty Much Your Standard Ranch Stash e começou a trabalhar como produtor. Em 1974, fundou seu próprio selo, Pacific Arts, que também funcionava como empresa multimídia. Lá lançou o álbum The Prison – A Book With A Soundtrack. Em 1976, recusou o convite para voltar aos Monkees e veio pela primeira vez ao Brasil. Em 1977, saiu seu álbum de estúdio From a Radio Engine to the Photon Wing e ele fez um show no Palais Theatre em Melbourne, Austrália que acabou se tronando o álbum ao vivo Live at Palais.

Em 1979, foi lançado o álbum Infinite Rider on the Big Dogma, apresentando outra homenagem de Mike ao Brasil, sua canção Carioca. Além dessa, destacam-se as músicas Dance, Tonite e Flying, entre outras. Foi a parti desse disco que Mike começou a trabalhar com videoclipes. Resolveu dar uma pausa nos trabalhos fonográficos para começar a trabalhar com produção de vídeos, sendo um dos pioneiros da massificação do produto como forma de divulgar artistas. Nesse ano, foi um dos criadores do programa musical PopClips, precursor de uma verdadeira febre de divulgação de videoclipes dos anos 80, o que acabaria fazendo surgir a MTV. Mike esteve envolvido no processo que acabou criando a emissora musical e se tornou um dos maiores produtores do canal.

Em 1980, a mãe de Mike faleceu e ele, como único filho, foi considerado herdeiro da fortuna conseguida com o Liquid Paper, o que fez com que ele investisse no desenvolvimento de projetos com vídeo. Em 1982, Mike arrebatou seu primeiro Grammy do gênero pelo vídeo Elephant Parts, além de se aventurar pelo cinema como produtor. Seu primeiro filme produzido foi Timerider: The Adventure of Lyle Swann, estrelado por Fred Ward. No ano seguinte, produziu o famoso videoclipe de Lionel Richie (ex-Commodores) All Night Long, usando técnicas inovadoras que o fizeram bombar de costa a costa nos EUA. O PopClips acabou gerando uma série televisiva chamada Mike Nesmith in Television Parts, grande sucesso de 1985. O ex-colega de Monkees, Micky Dolenz era um dos diretores, junto com o futuro nome da comédia dos EUA Jerry Seinfeld e o próprio Mike. Em 1984, Nez produziu o clássico cult Repo Man, dirigido por Alex Cox (Sid & Nancy) e estrelado por Harry Dean Stanton e Emilio Estevez.

Em 1986, com a comemoração dos 20 anos do seriado dos Monkees, Mike novamente foi sondado por Micky, Davy e Pete para voltar à banda. Acabou refugando, mas usando sua influência na MTV, conseguiu com que o programa televisivo que o alçou à fama fosse reprisado, apresentando os Monkees a uma nova geração de fãs. Resultado: os shows da banda foram um grande sucesso em todas as datas agendadas. O dia 7 de setembro de 1986 tornou-se uma data histórica para os monkeemaníacos do planeta, pois após 18 anos sem atuarem juntos (devido à saída de Pete), a formação original dos Monkees tocou para alguns sortudos que foram assistir a um show da banda no Greek Theatre de Los Angeles. Mike havia sido convidado para assistir à apresentação dos amigos e foi chamado para tocar com eles no bis. Não teve como Nez recusar tal convite.

Em 1987, Mike foi um dos produtores do vídeo de Michael Jackson, The Way You Make Me Feel e fez uma ponta como motorista de taxi no filme A Ladrona, estrelado por Whoopi Goldberg. No ano seguinte, ele produziu o filme Tapeheads – Uma Dupla Muito Louca, filme estrelado pelos atores John Cusack e Tim Robbins, além das feras do Soul Sam Moore (do lendário duo Sam & Dave) e Junior Walker (líder do All Stars), fazendo uma ponta como um garçom. Nesse ano, seu segundo casamento acabou.

Em 1989, Mike lançou a compilação The Newer Stuff, com belas músicas que nunca fizeram parte de sua dsicografia como Total Control, Dreamer e I’ll Remember You. Esta música é uma singela homenagem aos Beatles e à lendária dupla Fred Astaire & Ginger Rogers. O vídeoclipe dessa música é muito bem produzido por Nez e imperdível para beatlemanáicos e cinéfilos de carteirinha. As duas músicas que Mike compôs em homenagem ao Brasil, Rio e Carioca também figuram no álbum. Nesse ano, ele se reuniu de novo com os amigos Monkees quando receberam uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

509551dcb37df_preview-620

1989: Mike e os Monkees e sua estrela da Calçada da Fama

Conclui no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Aniversariantes, Biografias, Humor, Música, Monkees Review, Rock and Roll, The Beatles, The Monkees

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s