Grandes Nomes do Soul: Earth, Wind & Fire, parte 2

Maurice White trabalhava como baterista de estúdio na lendária Chess Records em Chicago e em 1966, entrou no Ramsey Lewis Trio, onde permaneceu até 1969, quando formou com os amigos Wade Flemons e Don Whitehead o trio de composição Salty Peppers. Após a pouca repercussão de alguns trabalhos pela Capitol Records, eles recsolveram se mudar para Los Angeles e recrutaram músicos para formar uma banda, a qual batizaram Earth, Wind & Fire. Em 1970, Assinaram contrato com a Warner Brothers e no ano seguinte saiu seu primeiro álbum, autointitulado. Também lançaram seu segundo álbum Need of Love e participaram da trilha sonora do filme Sweet Sweetback’s Baadasssss Song, pela gravadora Stax Records, numa colaboração com o diretor Melvin Van Peebles.

Em 1971, por conta do trabalho com Van Peebles, o EW&F se tornou muito conhecido no circuito de Soul, o que demandou inúmeras apresentações. Resultado: alguns membros da banda começaram a ficar cansados de tantos compromissos e houve uma debandada geral, ficando apenas Maurice e seu irmão Verdine. Começaram  então a recrutar novos componentes para a banda. Atenderam à convocação os cantores Jessica Graves (nascida no dia 10 de dezembro de 1948 em Los Angeles, Califórnia, EUA), que havia atuado no conhecido grupo de Soul Friends of Distinction e Phillip Bailey (nascido Phillips Irvin Bailey no dia 8 de maio de 1951 em Denver, Colorado, EUA), que também ficou encarregado da percussãomais o saxofonista e flautista Ronnie Laws (nascido Ronald Wayne Laws no dia 3 de outubro de 1950 em Houston, Texas, EUA), o guitarrista Roland Bautista (nascido no dia 30 de maio de 1951), o tecladista Larry Dunn (nascido Lawrence Dunn no dia 19 de junho de 1953 em Denver, Colorado, EUA) e o baterista e percussionista Ralph Johnson (nascido no dia 4 de julho de 1951 em Los Angeles, Califórnia, EUA).

Em 1972, a gravadora Warner Bros hesitou em manter a banda em seu cast, após todas essas mudanças, alegando que já tinha uma banda de Soul e não precisava de outra. O EW&F, que contava com os conceituados Bob Cavallo e Joe Ruffalo como managers, fechou então com a Columbia Records, que se interessou pela banda após uma apresentação como atração de abertura para o cantor e guitarrista John Sebastian (ex-Lovin’ Spoonful) e comprou o contrato junto à Warner.

Na nova casa, foi lançado o terceiro álbum da banda Last Days and Time, que contou com a produção de Joe Wissert, como nos dois primeiros discos. As músicas são assinadas em sua maioria pela banda, com ocasionais assinaturas individuais de Maurice White e Roland Bautista. Destacam-se as faixas Time is on Your Side, Power (onde a kalimba é introduzida num disco da banda) e Remember the Children, além dos covers Make it With You (Bread) e Where Have All the Flowers Gone (Pete Seeger), além de I’d Rather Have You, primeira colaboração do compositor Skip Scarbourough com o EW&F. O álbum teve uma boa recepção, chegando ao 15º posto da parada R&B e 87º lugar na parada Pop da Billboard. O single Mom ficou em 104º lugar.

Em 1973, saiu o álbum Head to the Sky, outra produção de Joe Wissert, contando com os novos integrantes, os guitarrista Johnny Graham (que também tocou trompete e percussão) e Al McKay (nascido Albert Philip McKay no dia 2 de fevereiro de 1948 em Nova Orleans, Lousiana, EUA) no lugar de Roland Bautista e o falutista/saxofonista Andrew Woolfolk (nascido no dia 11 de outubro de 1950 no Texas) no lugar de Ronnie Laws. O disco apresenta os dois primeiros hits mais conhecidos do EW&F, Evil (White, Bailey) e Keep Your Head to the Sky (White), além de The World’s a Masquerade (Skip Scarborough) e Zanzibar (composta pelo nosso Edu Lobo). É considerado um dos melhores álbuns da banda nos anos 70, tendo alcançado o 2º lugar nas paradas R&B e 27º nas paradas Pop da Bilboard. Os singles Evil e Keep Your Head to the Sky também fizeram bonito e figuraram no Top 50 de ambas as paradas. Depois do lançamento, Jessica Graves saiu da banda para se dedicar a outros projetos.

Em 1974, foi lançada outra pérola do EW&F, o álbum Open Your Eyes, produzido por Maurice White e Charles Stepney (nascido no dia 26 de março de 1931 em Chicago, Illinois, EUA), considerado um membro honorário, em seu primeiro trabalho com a banda. Foi a estréia do baterista e percussionista Fred White (nascido no dia 13 de janeiro de 1955 em Chicago, Illinois, EUA), irmão mais novo de Maurice e Verdine e a banda passou a ter dois bateristas. Nesse disco estão dois clássicos incontestes do Soul, Devotion (Bailey, White) e Mighty Mighty (Maurice & Verdine White), além da faixa-título (Leon Lumkins), Kalimba Story (outra dos irmãos White) e Drum Song (Maurice White). O disco ficou em primeiríssimo lugar nas paradas R&B e 15º nas paradas Pop da Billboard. Os singles Devotion, Mighty Mighty e Kalimba Story ficaram no Top 40. Foi o primeiro Disco de Platina da banda.

earth

EW&F em 1972/73: mudança no line up

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Grandes Nomes do Soul, Jazz, Música, Soul e R & B

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s