Grandes Nomes do Rock: The Hollies, parte 4

Em 1966, os Hollies lançaram o single I Can’t Let Go e seu quarto álbum Would You Believe? Depois de alguns entreveros entre os músicos e seus gestores, o baixista Eric Haydock saiu da banda. A banda gravou a face A do single After the Fox para a trolha sonora do filme homônimo, contando com o baixista Jack Bruce (à época, membro da Graham Bond Organisation) no baixo. Allan Clarke, Graham Nash e Tony Hicks foram chamados como músicos de apoio para o álbum dos Everly Brothers em seu álbum Two Yanks in England. O baixista Bernie Calvert, que tocou com Tony Hicks e Bobby Elliott nos Dolphins foi admitido na banda e gravou com eles seu clássico Bus Stop. Lançaram o álbum For Certain Because. Em 1967, lançaram os singles On a Carrousel, Carry Ann e King Midas in Reverse, além do álbum Evolution, que saiu ao mesmo tempo que Sgt. Pepper’s dos Beatles.

Nesse ano, os Hollies ainda lançaram o álbum Butterfly, produzido por Ron Richards onde as composições do trio central eram acrescidas por músicas compostas apenas por Graham Nash, Allan Clarke e Tony Hicks. Destacam-se nesse disco, as músicas Dear Eloise (Clarke, Nash, Hicks), Away Away Away (Nash), Would You Believe? (Clarke), Try It (Clarke, Nash) e Butterfly (Nash). O disco foi lançado nos EUA com o título Dear Eloise/King Midas In Reverse (essa última música havoa saído em single na Inglaterra). O disco não chegou aos charts e ficou em 50º lugar nas paradas norte americanas.

Em 1968, as bandas inglesas já estavam totalmente no espírito lisérgico da época, compondo material experimental e promovendo o advento do Folk Rock britânico. Os Hollies foram na contramão e seguiram na direção do Pop, para desagrado de Graham Nash. O líder dos Hollies já andava descontente com o fracasso de King Midas nas paradas e pelo fato de uma composição de sua lavra, Marrakesh Express ter sido rejeitada para figurar no álbum. Ele começou a entrar em rota de colisão com o empresário Ron Richards, favorável à direção pop que a banda tomou. A  composição de Nash acabou sendo lançada posteriormente pelo Crosby, Stills & Nash. A banda começou a gravar covers de Bob Dylan para seu próximo disco.

Nesse ano, saiu o single Jennifer Eccles (Clarke, Nash)/Open Up Your Eyes (Clarke, Nash, Hicks) que teve uma boa colocação dos charts britânicos (7º lugar), mas ficou no 40º posto nos EUA; o single Blowin’ The Wind de Dylan (primeiro cover gravado pela banda desde Bus Stop) teve um desempenho pífio, ficando em 8º nas paradas da Holanda. Foi lançada a primeira coletânea da banda, Hollies Greatest e o single Listen to Me (Tony Hazzard)/The Best You Can (Clarke, Nash, Hicks). A música do lado A contou com a especialíssima participação do pianista Nicky Hopkins.

Essa mostrou ser a derradeira colaboração de Graham Nash nos Hollies e ele deixou a banda, mudando-se para Los Angeles nos EUA. Certa feita, o amigo David Crisby o chamou para fazerem umas jams na casa do então ex-Monkee Peter Tork e foi apresentado ao guitarrista e cantor Stephen Stills (ex-Buffalo Springfield). Naqueles dias, o trio descobriu afinidades musicais e fizeram nascer o supergrupo Crosby, Stills & Nash (que depois contou com a adesão de Neil Young). Vamos falar dessa fantástica banda num post futuro. Stay tuned!

A saída de Nash parecia marcar o fim dos Hollies, pois ele era o cabeça da banda, mas seus colegas decidiram continuar em frente. A primeira ação foi arrumar um substituto, que acabou surgindo na figura de Terry Sylvester (nascido Terence Sylvester no dia 8 de janeiro de 1947 em Allerton, Liverpool, Inglaterra), que havia feito parte do The Escorts e no momento estava tocando com os  Swinging Blue Jeans. Começava uma nova era para a banda.

Jennifer Eccles: um dos últimos atos do líder Graham Nash nos Hollies

Jennifer Eccles: um dos últimos atos do líder Graham Nash nos Hollies

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Grandes Nomes do Rock, Música, Rock and Roll, Supergrupos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s