Grandes Nomes do Soul: The Isley Brothers, finale

Em 1985, após o fim do sexteto, com os mais novos formando o Isley-Jasper-Isley, Kelly, Rudy e Ronnie Isley voltaram à condição de trio gravando o álbum Masterpiece pela Warner Brothers. Um ano depois de descobrir que estava com câncer, Kelly faleceu vítima de um ataque cardíaco. Em 1987, a princípio aturdidos com a trágica perda do irmão, Ronnie e Rudy lançaram o álbum Smooth Sailin’, contando com a coprodução de Angela Winbush. Em 1989, gravaram Spend the Night – The Isley Brothers Featuring Ronald Isley, o último álbum de Rudy Isley, que decidiu se aposentar. Em 1991, Ronnie se reuniu com Ernie e Marvin, seus irmãos caçulas, lançando o álbum Tracks of Life. No ano seguinte os Isley Brothers foram incluídos no Rock and Roll Hall of Fame, promovendo um reencontro com Chris Jasper e Rudy Isley.

Em 1993, saiu Live!, registro de uma performance ao vivo do grupo, o derradeiro álbum dos Isley Brothers pela Warner Brothers. Novamente Angela Winbush, consorte de Ronnie, dá o ar da graça ajudando na produção. No disco desfilam clássicos das diversas fases da banda, incluindo seu primeiro grande hit Shout!, gravado no fim dos anos 50, além das baladas For the Love of You e It’s Your Thing. Nesse ano, Ronnie e Angela se casaram, após alguns anos de namoro.

Em 1996, depois de um lapso de quase três anos, os Isleys voltaram ao estúdio para gravar e lançar, pela parceria T-Neck/Island Records, o álbum Mission to Please. Ronnie e Angela contaram com a colaboração dos cantores e produtores R. Kelly e Keith Sweat na coprodução do disco. A maioria das faixas foi composta pelo líder dos Isley Brothers junto com Angela, R. Kelly e Reggie Griffin (da banda Manchild). Destacam-se as músicas Floatin’ On Your Love, Mission to Please You, Let Get Intimate (Ernie Isley, Winbush, R. Isley), o cover Holding Back the Years (Simply Red) e a participação do rapper Babyface em sua composição Tears. Essa foi a última que Marvin Ilsey participou de uma sessão de gravação com os manos, pois decidiu se retirar da música para tratar da diabetes que o afetava.

Em 2001, saiu o álbum Eternal – Isley Brothers feat. Ronald Isley aka Mr. Biggs (essa virou a nomenclatura fonográfica dos Isley Brothers a partir de então), pelo selo Dreamworks Records, com os Isleys reduzidos a um duo (Ronnie e Ernie), mas como um timaço de produtores (incluindo R. Kelly e Angela Winbush). Nesse disco, Ronnie assume a identidade do mafioso Mr. Biggs, personagem que viveu num clipe do amigo R. Kelly. Destaques: Warm Summer Night (coescrita com Nile Rodgers e Bernard Edwards do banda Chic), Contagious (R. Kelly), Think (uma parceria fenomanal com o legendário Soulman Curtis Mayfield) e o maravilhoso cover de If You Live Me Now (Chicago). No ano seguinte, o casamento de Ron e Angela chegou ao fim, mas mantiveram a amizade e a ligação profissional.

Em 2003, foi lançado o álbum Body Kiss, primeiro disco a não ter Angela Winbsush envolvida com a produção, mas contando com o competente R. Kelly, que assinou a maioria das composições. Destaque para as músicas Superstar, Whar Would You Do, Busted (participação do grupo feminino Johnson Sisters), Prize Possession e a faixa que dá título ao disco (composição de R. Kelly e da rapper Lil’ Kim, com a participação da própria). O disco ficou em primeiro lugar na parada Top 200 da Billboard. Nesse ano, Angela Winbush foi diagnosticada com câncer de mama e Ronnie ficou ao lado da ex-esposa e amiga para combater a doença. Em 2006, saiu pela Def Soul Records o álbum Baby Makin’ Music, produção liderada por R. Kelly e Ronnie Isley. A banda conta com os tarimbados músicos de apoio Bob Robinson (teclados, arranjos), Tim Kelley (baixo, bateria, backing vocals) e Manuel Seal (multiinstrumentista e produtor). Destacam-se as músicas You’re My Star (Robinson, Tim Kelley, Curtis Mayfield), Pretty Woman (Robinson, Kelley) e Blast Off (R. Kelly).

Em 2007, foi lançado o [até agora] último álbum dos Isley Brothers,  I’ll Be Home for Christmas, que como o próprio nome diz é uma disco natalino, com a maravilhosa coz de Ronnie Isley cantando clássicos de Natal como Winter Wonderland, Santa Claus is Coming to Town, White Christmas e Silent Night, além da deliciosa Isley Christmas Medley e a música que dá nome ao disco. Nesse ano, a carreira da banda foi interrompida porque Ronnie Isley foi preso por evasão de impostos, ficando na cadeira por três anos. Nesse meio tempo, o guitarrista Ernie Isley fez parte do festival itinerante Hendrix Experience, tocando o repertório do Deus da Guitarra, sua influência máxima e que curiosamente foi músico de apoio dos Isley Brothers. Infelizmente, no dia 6 de junho de 2010, Marvin Isleyo caçula dos Isleys, baixista da formação 3+3, veio a falecer por complicações de diabetes. Nesse ano, Ronnie cumpriu sua sentença e foi solto da prisão, gravando seu primeiro e [e até agora] único álbum solo, Mr. I. O fundador Rudy Isley ainda curte sua aposentadoria dos palcos e em 2006 foi padrinho de Ronnie quando o maninho se casou com Kandy Johnson, atual esposa do líder dos Isley Brothers. Chris Jasper (da fabulosa formação 3+3 e do Isley-Jasper-Isley), tornou-se um bem sucedido produtor fonográfico.

NO PRÓXIMO POST TEM OS MELHORES MOMENTOS DOS ISLEY BROTHERS!

Fontes:

Wikipedia

http://www.rockhall.com/inductee/the-isley-brothers

http://www.vocalhalloffame.com/inductees/the_isley_brothers.html

O último álbum dos Isley Brothers

O último álbum dos Isley Brothers
Fonte: http://www.soultracks.com/isley_brothers.htm

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Grandes Nomes do Soul, Rock and Roll

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s