Rock Brasil Review: Paralamas do Sucesso, finale

Em 1999, os Paralamas participaram do Acústico MTV, cujo disco foi um verdadeiro fenômeno de vendas e o programa um dos melhores da série. Em 2000, saiu Arquivo II, coletânea que mostra a trajetória da banda de 1991 a 1998. Em 2001, Herbert sofre um acidente de ultraleve que ceifa a vida de sua esposa Lucy Needham Vianna e o deixa numa cadeira de rodas. No ano seguinte, com a confirmação de que a capacidade de Herbert de tocar guitarra não foi comprometida pelo acidente, a banda lançou Longo Caminho, que se tornou um dos mais bem sucedidos discos da carreira dos PdS, seguida de uma turnê igualmente cheia de èxito. Em 2003, fazem um grande show em São Paulo, contando com muitos convidados especiais que em 2004 gerou o álbum Uns Dias Ao Vivo, acompanhado de um DVD.

Em 2004, foi lançado o álbum Hoje, produzido por Liminha e Carlo Bartolini, com músicas de Herbert Vianna, onde os Paralamas retomaram a 2ª fase (com naipe de metais e percussões), mas mostrando alguma coisa da estética mais pesada adotada em algumas músicas de Longo Caminho. O disco contou com alguns convidados  especiais como Andreas Kisser (Sepultura), Manu Chao e Marcelinho da Lua. Destacam-se as faixas 2A, Na Pista, De Perto, Soledad Cidadão, Fio Desencapado e Ponto de Vista, além de sua ver~so para uma música de Chico Buarque Deus Lhe Pague, que figurou no disco após uma votação feita entre os fãs. A vendagem foi razoável (cerca de 100.000 cópias).

Em 2006, lançaram o DVD Hoje Ao Vivo, com as músicas do disco em versões ao vivo, mais duas versões para O Muro (do disco solo de Herbert O Som do Sim) e Busca Vida, todas gravadas sem plateia no Pólo do Cinema e Vídeo no Rio de Janeiro. também foi lançado o documentário sobre a vida do líder dos Paralamas, Herbert de Perto. No ano seguinte, saiu o álbum ao vivo Rock in Rio 1985, mostrando o antológico show feito pela banda no festival 22 anos antes. Em 2008, a banda chegou ao seu jubileu de prata, completando 25 anos de estrada. Fez uma série de shows conjuntos com os Titãs, outra icônica banda do Rock Brasil, que também estava comemorando seu 25 aniversário, o que resultou no álbum (em CD e DVD) Paralamas e Titãs: Juntos e Ao Vivo, gravado na Marina da Glória no Rio. O legal é ver os PdS tocando músicas dos Titãs e vice versa e depois os dois times ainda tocando juntos, contando com as participações do guitarrista Andreas Kisser (Sepultura) no sensacional mix Selvagem/Polícia e Samuel Rosa (Skank) em Loirinha Bombril e O Beco, verdadeiros clássicos paralâmicos.

Em 2009, foi lançado o último [até o momento] álbum de estúdio dos Paralamas, Brasil Aforam produzido pelo requisitado Liminha, que assinou uma das músicas do disco com coautoria do ex-Titã Arnaldo Antunes, A Lhe Esperar. também se destacam no disco: Meu Sonho (composição de Herbert que saiu na trilha sonora da novela global Caras e Bocas), Taubaté ou Santos e Mormaço (participação especial de Zé Ramalho). O disco foi lançado primeiramente “de grátis” para download na Internet e depois lançado em CD. Também saiu nesse ano o álbum Legião Urbana e Paralamas Juntos, registro de um show que Herbert e sua trupe fizeram com seus afilhados Renato Russo e Cia. em 1988 que foi transmitido pela Rede Globo na época. Em 2010, saiu Arquivo 3, fazendo um panorama da banda de 2001 a 2010, sendo o primeiro da série sem músicas inéditas. Em 2011, saiu mais um álbum ao vivo, Multishow Ao Vivo: Paralamas do Sucesso, também lançado em DVD que teve as participações de Pitty e Zé Ramalho.

Os Paralamas se tornaram uma verdadeira instituição do Rock Brasileiro e da MPB, formando com Titãs e Legião Urbana a Santa Trindade do Rock Brasil. Eles chegam ao 30º aniversário de seu primeiro álbum mais queridos e respeitados do que nunca (veja a resenha do show em Salvador, BA no dia 22/05/2013 em fotos espetaculares aqui). Em toda sua trajetória, ganharam muitos prêmios (oito Grammies Latinos, quatro Prêmios Multishow, sete VMB, dois Troféus Imprensa e muitos outros) e nunca rolou entre eles qualquer rusga ou problemas de ego, sendo todos verdadeiros irmãos musicais. A vida continua firme e forte e que venha o próximo ato desta fabulosa banda.

Fontes:

Wikipedia

Site Oficial

Paralamas "balzaquianos": 30 anos em pleno vigor crédito: Fabrício Montezuma

Paralamas “balzaquianos”: 30 anos em pleno vigor
crédito: Fabrício Montezuma

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Música, Rock and Roll, Rock Brasil Review

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s