Grandes Nomes do Soul: The Four Tops, parte 2

Em 1954, os estudantes Levi Stubbs, Abdul “Duke” Fakir, Renaldo “Obie” Benson e Lawrence Payton formaram The Four Aims. Em 1936 após gravaram seu primeiro single, mudaram o nome para The Four Tops e assinaram com a Chess Records. Em 1963, depois de sete anos amargando fracassos em várias gravadoras, eles conheceram Berry Gordy e passaram a fazer parte do casr da emergente gravadora Tamla/Motown. Em 1964, lançaram o single Baby I Need Your Lovin’  primeiro trabalho pela gravadora que teve um ótimo desempenho nos charts. Também gravaram seu primeiro álbum, Four Tops. Em 1965, gravaram The Four Tops’ Second Album, que teve como carro-chefe o single I Can’t Help Myself (Sugar Pie Honey Bunch), líder das paradas R&B e Pop da Billboard.

Em 1966, saiu seu terceiro álbum On Top, produzido pela trinca de ouro da Motown, Holland-Dozier-Holland, que seguiu o mesmo modelo dos anteriores, com destaque para I Got a Feeling (Holland, Dozier, Holland), Matchmaker, Matchmaker (Bock, Harnick) e  versões do quarteto para In the Still of the Night (Cole Porter), celebrizada por Dion & the Belmonts e outros; Michelle (Lennon, McCartney), um clássico dos Beatles e Quiet Nights of Quiet Stars (Corcovado) do nosso Tom Jobim. Esse álbum não figurou nos charts dos EUA mas ficou em 9º na Grã Bretanha. Os singles também ficaram em boas colocações. No mesmo ano saiu seu primeiro álbum ao vivo Four Tops Live! (17º nos EUA, 4º no RU).

Em 1967, foi lançado o álbum Reach Out, produzido por Brian Holland, Lamont Dozier, Smokey Robinson e Clarence Paul, onde os Four Tops interpretam seu clássico absoluto Reach Out I’ll Be There (Holland-Dozier-Holland). Além dessa, destacam-se Standing on the Shadows of Love, Bernadette (outros dois clássicos do quarteto) 7-Rooms of Gloom, escritas pela trinca. Destacam-se também covers de grandes sucessos como If I Were a Carpenter (Tim Hardin), hit de Bobby Darin), Cherish (Terry Kirkman), clássico do The Association, I’m a Believer (Neil Diamond) e Last Train to Clarksville (Boyce, Hart) ambas dos Monkees. O disco foiocu em 14º nos EUA e em 6º na Grã Bretanha, provando o quanto eles eram qeuridos pelos súditos da Rainha. O single de Reach Out foi líder nos charts R&B e Pop nos EUA.

Em 1968, lançaram o álbum Yesterday’s Dreams, o derradeiro produzido pela trinca Holland-Dozier-Holland que deixaram a Motown após disputas sobre royalties com o “big boss” Berry Gordy. Nos disco, além de uma composição do trio de produtores, I’m in a Different World e a faixa que dá nome ao disco (Bullock, Goga, Hunter, Sawyer) também interpretam alguns covers como Never My Love (Don e Adrian Addrisi) do The Association, By the Time I Get to Phoenix (Jimmy Webb) de Glenn Campbell, Daydream Believer (John Stewart) dos Monkees e Sunny (escrita e interpretada por Bobby Hebb). O disco ficou em 91º lugar nas paradas Pop e em 7º nos charts R&B. Na Grã Bretanha ficou em 37º lugar. Já a coletânea Greatest Hits, lançada no esmo ano, teve um bom desempenho (4º na Pop, 2º na R&B e primeiríssimo lugar nos charts britânicos).

Em 1969, o fim da parceria entre o quarteto e o trio de compositores começou a ser sentido nos dois álbuns seguintes, lançados naquele ano. Now! e Soul Spin foram dois grandes fracassos na história dos Four Tops, mesmo contando com feras como Ashford & Simpson, Norman Whitfield e Johnny Bristol como produtores. Os dois álbuns tiveram desempenho pífio nos charts, sendo que Now! ficou em  74º na parada Pop e em 18º nos charts R&B e não chegou às paradas britânicas. Já Soul Spin foi ainda pior: 163º (Pop), 30º (R&B) e “traço” no Reino Unido.

Em 1970, saiu o álbum Still Waters Run Deep, produzido por Frank Wilson, amigo de longa data do compositor Norman Whitfield. Destacam-se as faixas Still Water (Love) de Smokey Robinson e Frank Wilson, Reflections (Holland-Dozier-Holland) e It’s All in the Game (Charles Dawes, Carl Sigman). Além do cover de Harry Nilsson, Everybody’s Talkin’ (do filme Perdidos na Noite). Foi a volta dos 4T aos charts, ficando em 21º (Pop), 3º (R&B) e 29º (Reino Unido). Os singles Still Water (11º no Pop, 4º no R&B e 10º do Reino Unido) e It’s All in the game (24º no Pop, 6ºno R&B e 5º no RU) também tiveram bom desempenho nas paradas. Nesse ano, também saiu o inexpressivo álbum Changing Times.

Continua no próximo post

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Grandes Nomes do Soul, Grupos vocais, Música, Rock and Roll, Soul e R & B

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s