Rock Brasil Review: Legião Urbana, parte 1

Foi uma das mais importantes bandas da Turma da Colina (a cena Punk de Brasília) que se tornou um dos principais nomes do boom oitentista conhecido como Rock Brasil eque formam com os Paralamas do Sucesso e Titãs, a Santa Trindade dessa tendência. É um dos “filhotes” da emblemática banda Aborto Elétrico [que merece um post inteiro só pra ela], primeira banda de Punk da capital federal. Apesar de ter terminado, permanece sendo uma das mais queridas bandas de Rock do Brasil. Falemos da Legião Urbana.

Quando o compositor, cantor e guitarrista Renato Russo (nascido Renato Manfredini Jr. no dia 27 de março de 1960 no Rio de Janeiro, RJ, Brasil) decidiu deixar o Aborto Elétrico, ele começou a atuar com o nome de “Trovador Solitário”. Num dos shows acalou conhecendo o batera Marcelo Bonfá (nascido Marcelo Augusto Bonfá no dia 30 de  janeiro de 1965 em Itapira, SP, Brasil), que havia atuado nas bandas Blitz 64 (nada a ver com a Blitz de Evandro Mesquita) e Dado e o Reino Animal. Renato e Marcelo decidiram criar uma banda com formação constante, tendo os dois como únicos membros fixos. A banda foi batizada como Legião Urbana porque imaginavam que contariam com uma verdadeira legião de músicos.

A Legião teve sua estreia no evento Rock no Parque no dia 5 de setembro de 1982 e contava com Renato (baixo, vocais), Marcelo (bateria), Paulo Paulista (teclados) e Eduardo Paraná (guitarra). A bem da verdade, os organizadores pensavam que quem estaria tocando seria o Aborto Elétrico, tando que na divulgação usaram o nome da banda. Mas Renato conseguiu convencer o pessoal a deixar que a banda atuasse com seu nome de verdade e não como um Aborto fake. Esse foi um dos únicos shows a contar com esse line up. Em seguida, o guitarrista Ico Ouro Preto, irmão do vocalista Dinho Ouro Preto (Capital Inicial), que havia sido chamado para o lugar de Renato no Aborto Elétrico, entrou para a banda mas sua estada foi igualmente efêmera, embora tivesse participado na composição de algumas músicas da banda.

Em 1983, com a chegada de Dado Villa-Lobos (nascido Eduardo Dutra Villa-Lobos no dia 29 de junho de 1965 em Bruxelas, Bélgica), sobrinho-neto do grande compositor Heitor Villa-Lobos que fizera parte da banda Dado e o Reino Animal com Bonfá, Renato desistiu da proposta de um grupo flutuante, pois o trio começou a ter consistência enquanto performers e compositores. O mais irônico da história era que Dado não estava a fim de formar uma banda e ele, inclusive, iria embora do Brasil. Topou tocar com a Legião em alguns shows e ponto final. Só que o destino tinha outros planos para os jovens músicos.

Nesse mesmo ano, Herbert Vianna (do Paralamas do Sucesso, ver bio aqui), grande amigo de Renato, para quem o legionário escreveu Química, conseguiu um show para a banda no Circo Voador no Rio de Janeiro. Nesse local, considerado um templo do Rock nacional, a Legião chamou a atenção de executivos da EMI e após gravarem uma demo tape, os legionários assinaram contrato com a gravadora. Dado decidiu desistir da viagem e a Legião começou seu caminho para o sucesso nacional.

Em 1984, um quarto elemento foi incorporado à Legião, o baixista Renato Rocha (nascido Renato da Silva Rocha no dia 27 de maio de 1961 em São Cristóvão, RJ, Brasil), já que Renato tinha cortado os pulsos e não conseguia tocar o instrumento. Com Negrete (apelido de Rocha) a bordo, a Legião começou as sessões de gravação do seu álbum de estreia que foi lançado no ano seguinte. Reza a lenda que a banda se hospedou no mesmo hotel que o cantor e compositor Raul Seixas e que o Maluco Beleza e o Bardo da Legião trocaram altos papos.

Continua no próximo post

1 comentário

Arquivado em Biografias, Música, Punk Rock, Rock and Roll, Rock Brasil Review

Uma resposta para “Rock Brasil Review: Legião Urbana, parte 1

  1. Pingback: Rock Brasil Review: Titãs, parte 1 | Musical Review

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s