Doo Wop & Vocal Groups Review: The Dells, finale

The Dells gravaram nove singles e um álbum entre 1961 e 1965 e continuaram atuando como banda de acompanhamento de outros artistas em gravações e shows. Em 1966, foram contratados por Ray Charles como atração de abertura e assinaram com o selo Cadet da Chess Records, onde gravaram vários singles e os álbuns There Is (1968), Musical Menu, Love is Blue (1969),  Like It Is, Like It Was (1970) e Freedom Means (1971), todos grandes êxitos do grupo.

Em 1972, gravaram os singles Oh, My Dear/It’s All Up to You, Walk On By (grande sucesso de Bacharach/David originalemente na voz de Dionne Warwick) e Just as Long as We’re in Love, além dos álbuns The Dells Sing Dionne Warwick Greatest Hits (onde interpretam os sucessos da grande diva do Soul) e Sweet as Funk Can Be. Todos esses trabalhos não chegaram a figurar no Top 20. Em 1973, foi lançado os álbum Give Your Baby a Standing Ovation, cuja canção-título fez um enorme sucesso, convertendo-se em outro clássico da banda. O disco ficou em 10º lugar nos charts R&B e o single homônimo  fcxiou com a terceira colocação na mesma parada de sucesso. Também lançaram o álbum The Dells (15º lugar na parada R&B) e os singles My Pretending Days are Over (10º lugar na parada R&B)  e I Miss You (8º lugar na mesma parada).

Em 1974, terminou sua estada na gravadora Cadet, que devido a dificuldades financeiras teve que dispensar seus artistas. Seus derradeiros trabalhos pela gravadora foram os álbuns The Dells vs. The Dramatics (outra banda de Soul que terá sua biografia contada aqui futuramente), The Mighty Mighty DellsWe Got to Get Our Thing Together (lançado no ano seguinte), que chegaram ao 15º, 13º e 31º lugares, respectivamente, nos charts de R&B. Também gravaram os singles I Wish It Was Me You Loved (11º lugar no chart R&B) e Learning to Love You Was Easy (It’s So Hard Trying to Get Over You)/Bring Back the Love of Yesterday (18º lugar no chart R&B).

Em 1975, foram para a Mercury Records onde gravaram os álbuns No Way Back (1976), They Said It Couldn’t Be Done, But We Did It! (1977) e Love Connection (1978) que não tiveram o mesmo êxtio de seus discos pela Cadet, mas figurou no Top 40 das paradas R&B. Em 1978, foram para a ABC Records, onde gravaram dois álbuns, New Beginnings (1978) e Face to Face (1979). Em 1980, assinaram com a 20th Century Fox, onde gravaram os álbuns I Touched a Dream (1980) e Whatever Turns You On (1981). A partir da década de 80, seus trabalhos foram escasseando, tendo gravado os álbuns One Step Closer (1984) pela Private I e The Second Time (1989) pela Veteran.

No início dos anos 90, começaram a atuar no circuito de artistas que viviam de seu glorioso passado, interpretando seus clássicos. Em 1991, o cineasta Robert Townsend os chamou como consultores do filme musical The Five Hearbeats (no Brasil, Rítmo e Blues), a história de um grupo vocal baseada na própria biografia dos Dells. O grupo participou da trilha sonora do filme. A poderosa voz de Marvin Jr., cantor principal dos Dells, pode ser ouvida e sentida em músicas como Nothing But Love e A Heart is a House for Love (cujo single ficou em 13º lugar nas paradas), entre outras.

No restante da década e no século XXI, eles gravaram os álbuns I Salute You (1992) pela Philadelphia Int’l, Reminiscing (2000) pela Volt e seu derradeiro disco Open Up My Heart: The 9/11 Album (2002) pela DevineAí passaram a se dedicar aos seus clássicos do passado em shows pelos EUA. Em 2004, o grupo foi introduzido no Rock and Roll Hall of Fame e no Vocal Groups Hall of Fame. No dia 23 de janeiro de 1998, faleceu Johnny Funches, que fez parte dos Dells até 1961. No dia 21 de agosto de 2009, o grupo perdeu o tenor falsetista Johnny Carter, que morreu aos 75 anos. Os Dells atuaram até 2012. No dia 29 de maio deste ano, morreu o vigoroso vocalista principal/barítono Marvin Jr., cujo vocal era uma das marcas registradas do grupo.

Fontes:

Wikipedia

http://www.themightydells.com/

The Dells e sua formação clássica no R&RHOF

The Dells e sua formação clássica no R&RHOF

Deixe um comentário

Arquivado em Biografias, Doo Wop & Vocal Groups Review, Música, Rock and Roll, Soul e R & B

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s